Estrutura da União de Educação e Cultura Gildasio Amado

Assistência Judiciária "Desembargador Walter Gustavo Naumann"

O Serviço de Assistência Judiciária "Desembargador Walter Gustavo Naumann", criado no dia 13 de dezembro de 1991, significa muito para as pessoas carentes e para a prática da advocacia aos alunos do Curso de Direito da UNESC, mantida pela União de Cultura Gildasio Amado. O ex-desembargador Gustavo Naumann destacou-se como emérito professor de Direito na instituição.
A Assistência Judiciária tem sido alvo de elogios pelos acadêmicos de Direito. É um "laboratório" na formação do futuro advogado. Os serviços jurídicos são prestados gratuitamente às pessoas carentes de recursos. Até agora, são milhares de casos atendidos e muita satisfação pelos problemas resolvidos.


Escritório Modelo "Professor Hélio Leal"

Ser um profissional da advocacia é estudar e defender as normas da sociedade. É um curso que exige muita leitura, exercício de memória, desenvolvimento da capacidade de análise e de associação de idéias. Durante o curso alia-se a teoria à prática, através de audiências simuladas. A UNESC zela por uma excelente preparação do futuro profissional do ramo jurídico.
No Escritório Modelo "Professor Hélio Leal" e na Sala de Audiências "Desembargador Arione de Vasconcelos Ribeiro" são ministradas as aulas de Prática Forense, mediante a execução de processos simulados, exames de processos findos e participação em audiências simuladas.
Em aulas práticas, o estudante atua como juiz ou advogado de defesa ou acusação em causas fictícias. A escolha das matérias optativas auxilia na especialização que o aluno pretende seguir no futuro. Para poder exercer a profissão de advogado, o recém formado se submete a um exame da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil).


CEPEG - Centro de Extensão, Pesquisa e Pós-Graduação

O Centro de Extensão, Pesquisa e Pós-Graduação tem como objetivo a formação de profissionais especializados de nível superior, a realização de pesquisas em diferentes áreas do saber, bem como o estímulo às atividades criadoras, capazes de promover o desenvolvimento social, econômico e tecnológico do país, através da realização de cursos de pós-graduação "lato sensu" de especialização e aperfeiçoamento, além da celebração de convênios de estudos, pesquisas e extensão com instituições educacionais do País e do exterior.


• Curso de Pós-Graduação "Lato Sensu" - Docência em Ensino Superior .

• Curso de Pós-Graduação "Lato Sensu" - Especialização em Administração.

• Curso de Pós-Graduação "Lato Sensu" - Especialização em Direito Civil e Direito Processual Civil.

• Curso de Pós-Graduação "Lato Sensu" - Especialização em Direito Penal e Direito Processual Penal.


Obs: A União de Educação e Cultura Gildasio Amado oferece também o Curso de Licenciatura Plena para graduação de professores de ensino médio - Esquema I, em convênio com a Fundação CEFETMINAS e o CEFET-MG.



Auditório Senador João Calmon

Investir numa estrutura cada vez melhor sempre foi preocupação da direção. Exemplo disso é o Auditório Senador João Calmon, com capacidade para atender 264 pessoas sentadas. O local é todo equipado para eventos de grande porte.
Construído ao lado do prédio adminitrativo do Centro Acadêmico I, o auditório homenageia o Senador João Calmon, também conhecido como o "Senador da Educação". É um espaço que atende os alunos dos cursos existentes na UNESC, os quais periodicamente estão organizando ou participando de eventos diversos que valorizam a comunidade estudantil.


Biblioteca Ruy Lora

Um bom acervo relacionado com disciplinas ministradas nos cursos da UNESC encontra-se à disposição dos alunos, professores e da comunidade em geral. A Biblioteca Central aumentou o seu espaço físico de 133,74 m2 para 872 m2, e encontram-se em processo de ampliação as áreas de acervo, os serviços técnicos e de estudo em grupo. Também serão instalados ambientes reservados para estudo individual de alunos e professores.


Jornal Folha do Norte

Fundado em 24 de fevereiro de 1952, o jornal Folha do Norte constitui-se em um importante canal de comunicação entre os estudantes e a comunidade colatinense. A Circulação é semanal, com cerca de 4 mil exemplares, chegando em quase todos os municípios capixabas.

O jornal Folha do Norte, ligado à União de Educação e Cultura Gildasio Amado é um veículo de comunicação que divulga as notícias de Colatina, da região norte do Espírito Santo e das atividades, eventos e a produção literária de acadêmicos e professores da UNESC. Através do jornal, a instituição mantém estreito vínculo de ligação com as comunidades interna e externa, bem como com as instituições de ensino superior do País.

O jornal Folha do Norte direciona sua linha editorial na defesa dos valores sociais, religiosos e humanos; das instituições basilares da sociedade; na defesa dos cidadãos e da política, mantendo uma postura crítica própria e independente.

O jornal Folha do Norte está ligado à Internet.



E-mail: editor@folhadonorte.com.br

Home page: http://www.folhadonorte.com.br



Agroindústria

Com o objetivo de oferecer subsídios aos Produtores Rurais para aprimoramento das tecnologias aplicadas em sua propriedade, a União de Educação e Cultura Gildasio Amado conta com um plantel bovino em regime semi-intensivo conduzido dentro das recomendações técnicas indicadas para essa criação. Tanto a produção do rebanho leiteiro, quanto aquela proveniente da Comunidade Acadêmica são destinadas ao Setor de Agroindústria, onde passam por processos de agregação de valor, envolvendo: pasteurização do leite e produção de derivados (iogurte, queijo, manteiga etc).


Casa do Menino de Colatina
Perspectiva para um futuro melhor

Um projeto social que ao longo dos anos transformou a vida de meninos e meninas. Assim é a Casa do Menino de Colatina, mantida pela União de Educação e Cultura Gildasio Amado. Tudo começou no início da década de 60, numa inspiração do casal Pergentino e Ilária Rossi de Vasconcellos, movidos pelo sentimento de ajuda ao próximo.
Pela Casa do Menino, passaram crianças que hoje são bem sucedidas em várias atividades profissionais. Atualmente são 200 crianças que recebem carinho, educação, assistência médica, recreativa, enfim expectativa para um futuro melhor. Sessenta delas vivem em regime de semi-internato. Ou seja, passam o dia todo no local.
São atendidas crianças com idades que variam de 8 aos 13 anos. Paralelamente às atividades escolares, aprendem computação, bordado, além de canto através do coral Mirim. As crianças contam com atividades esportivas como futebol e judô. As atividades são desenvolvidas de segunda a sexta-feira.
Na Casa do Menino de Colatina, as crianças recebem café da manhã, merenda, almoço, lanche e jantar e retornam aos seus lares depois de tomarem banho. Pela manhã funciona o Instituto de Educação Divino Rei, enquanto à tarde a Casa do Menino, que tornou-se conhecida pela comunidade colatinense.
"São crianças dóceis, que precisam de atenção, carinho e sobretudo a esperança de um futuro melhor", diz Dona Ilária Rossi de Vasconcellos, carinhosamente chamada de mãe por todos os "pequeninos" da Casa do Menino e do Instituto de Educação Divino Rei. Observa que lá sempre chegam mais crianças abandonadas e que precisam de amparo. Não falta a reflexão religiosa, através do catecismo e orações.


Restaurante e Cantina

Os estudantes, professores, corpo técnico-administrativo, bem como a comunidade têm, na União de Educação e Cultura Gildasio Amado, um amplo restaurante, com área física de 450 m2, incluindo área de serviço, com capacidade para 250 pessoas. Cerca de 300 pessoas são atendidas ali todas as noites, através do sistema self-service.

O restaurante, localizado junto ao prédio onde são ministradas as aulas, funciona em um espaço provisório. Projeto de um novo e ainda mais amplo restaurante já está em andamento.

A instituição dispõe, ainda, de uma cantina bem equipada para atender àqueles que optam por uma refeição ligeira, como o lanche.